Você já ouviu falar em pensamento computacional? Essa é uma das habilidades desenvolvidas no material didático da VIAMAKER® Education, por isso, o termo é muito utilizado em nossos programas. Vamos entender o que isso significa?

O pensamento computacional está relacionado com a capacidade criativa, crítica e estratégica de usar ferramentas da computação para diferentes áreas do conhecimento para chegar a resolução de um problema, seja de forma individual ou coletiva. E é justamente essa a proposta de ensino trabalhada na VIAMAKER®.  

Diversas competências estão ligadas ao pensamento computacional, como a lógica, que auxilia a prever e analisar diferentes situações pela dedução e hipóteses, por exemplo.

A decomposição, outra competência trabalhada no pensamento computacional, é a responsável por causar a “quebra” de um problema grande em partes menores, para que ele seja resolvido de maneira mais simples e com mais atenção aos detalhes.

O reconhecimento de padrões detecta e usa as semelhanças encontradas em diferentes processos para acelerar a resolução do problema. A abstração para remover detalhes desnecessários, analisando elementos relevantes ou não para focar no ponto principal sem distrações.

Os algoritmos, englobando tudo o que foi analisado, para a criação de passos e regras de resolução para problemas, como é feito na programação dos nossos robôs com o LEGO® Education Wedo.

A avaliação, que é o processo de garantir que uma solução algorítmica seja adequada ao seu objetivo, avaliando sua utilização, velocidade, recursos necessários e facilidade de entendimento para, caso necessário, retornar alguns passos e buscar soluções melhores.

Trabalhar o pensamento computacional envolve a criação de conteúdo, desde seu design até a construção. “Depurar”, ou seja, resolver possíveis problemas, encontrando e consertando erros no caminho. Por exemplo, executando a programação de um robô mais de uma vez para que ela, finalmente, ocorra como o planejado ou esperado.  

Realizar ajustes, experimentando diferentes abordagens com o que foi criado. Trabalhar a colaboração ao atuar em diferentes equipes, como na metodologia VIAMAKER®, em que o aluno integra uma equipe de quatro pessoas, ocupando, a cada aula, um “cargo” diferente no grupo.

E, por fim, trabalhar a perseverança para continuar o trabalho, independente de erros e problemas encontrados, com foco nos melhores resultados que tragam o aprendizado necessário.

O pensamento computacional é uma habilidade que pode beneficiar a todos, independentemente da área de trabalho.

Esses conceitos e abordagens trabalhados auxiliam os alunos em sua aprendizagem de forma interdisciplinar, organizando seus pensamentos com as tecnologias atuais e do futuro, capacitando-os para empregos em diferentes áreas e para encarar um mundo cada vez mais envolvido pela tecnologia.

Ou seja, a partir de estímulos, ocorridos principalmente na infância, todos são capazes de desenvolvê-lo. Desta forma, a metodologia de robótica educacional da VIAMAKER® Education promove o pensamento computacional, dentro e fora da sala de aula.

Compartilhe nosso post 🙂